terça-feira, 2 de junho de 2009

Tenho três inimigos



Tenho três inimigos. Meu inimigo favorito, o que é mais facilmente influenciado para melhor, é o Império Britânico. Meu segundo inimigo, o povo da Índia, é bem mais difícil. Mas o meu oponente mais formidável é um homem chamado Mohandas K. Gandhi. Sobre ele parece que exerço pouca influência. M Gandhi

Quando genuinamente praticamos o caminho espiritual, temos a nítida noção deste inimigo. Não conseguimos facilmente mudar a nós mesmo. Travamos uma luta com este inimigo e porque guerreamos, continuamos com os padrões de autojulgamente e agressão a nós mesmos.
A guerra dentro de nós.
Eis a questão.
Parar a guerra com este inimigo.
Namaste

3 comentários:

Norma Villares disse...

Caminheiro evolutivo Marcos, quantas guerras terei que vencer com este inimigo. Sublime abraço

Maria Izabel Viégas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Izabel Viégas disse...

Marcos,
Que bela surpresa, te ver no meu Viajantes. E uma honra. Obrigada!
Amei o texto... visão interessante,e cada vez mais que aponto e reconheço meus inimigos, mas me firo. Mas mágoa guardamos em nós.
E para quê?
A vida é um continuum, que simplesmente devíamos nascer e crescer, aprendendo a olhar nas águas... que brincamos e nos refrescamos, e mandar um terno beijo para nós mesmos! Matar a sede que sentimos... de nos amar!
Vou tentar, amigo! um dia te conto se consegui, eu bem que tento!
Teu Blog está lindo!
Beijos!

* desculpa ter tirado meu comentário anterior, é que errei! Sorry...