quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

EQUANIMIDADE


Durante as guerras civis na China feudal, um exército invasor poderia facilmente dizimar uma cidade e tomar controle. Numa vila, todos fugiram apavorados ao saberem que um general famoso por sua fúria e crueldade estava se aproximando. Todos excepto um mestre Zen, que vivia afastado.

Quando chegou à vila, seus batedores disseram que ninguém mais estava lá, além do monge. O general foi então ao templo, curioso em saber quem era tal homem. Quando ele lá chegou, o monge não o recebeu com a normal submissão e terror com que ele estava acostumado a ser tratado por todos; isso levou o general à fúria.

"Seu tolo!!" ele gritou enquanto desembainhava a espada, "não percebe que você está diante de um homem que pode trucidá-lo num piscar de olhos?!?"
Mas o mestre permaneceu completamente tranquilo.

"E você percebe," o mestre replicou calmamente, "que você está diante de um homem que pode ser trucidado num piscar de olhos?"
Namaste



4 comentários:

Norma Villares disse...

Marcos,
Que força espiritual deste mestre zen, muito forte mesmo.
Abraços

angela disse...

Ai que medo!
Ele sabe frente ao que esta.
beijo

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Quem tem olhos para ver, que enxergue.
A trave as vezes atrapalha.

Paz

Valerie disse...

A sabedoria e a calma são forças poderosas. Pessoas que as possuem, não temem as espadas do medo paralisante.
Que teu feriado esteja sendo de paz, Marcos.
Um abraço carinhoso.