domingo, 18 de outubro de 2009

ILUMINAÇÃO DA MESTRA SÁBIA


A partir deste dia Osatsu praticou o Zen sob a orientação de Hakuin.

Depois de algum tempo, seguindo os conselhos do mestre, ela casou-se e teve filhos, ainda que continuasse a praticar o Zen.

Quando ficou mais velha, ela teve netos, os quais amava muito. Já então era considerada uma sábia mestra.

Um dia aconteceu de um de seus jovens netos adoecer e morrer.

No dia do funeral, Osatsu abraçou o esquife, e chorou muito.

Um dos presentes, estranhando o fato, disse-lhe:

"Então, embora sejas Iluminada pela Sabedoria, sofres mais do que nós?"

"Eu amava muito este meu neto!" disse simplesmente a sábia Osatsu, entre lágrimas.

Koan: O sentimento jamais abandona o sábio. Qual é o segredo do amor sem apegos?



Estou viajando muito, e muitas vezes fica difícil postar e aoarecer em todos blogs. Peço desculpas pelo atraso nas respostas.

Namaste!

6 comentários:

Bya.moon disse...

Continue a cavalgada....respire...e veja o horizonte....abraços.

angela disse...

Bonita história é para se pensar muito.
Espero que suas viagens sejam proveitosas.
beijos

Recanto da Astrologia disse...

Linda mensagem amigo... andei sumida mas estou vontando. Vânia

Norma Villares disse...

Que bom que nossa amiga Vania, voltou.
Belas palavras Marcos, que sintonizam perfeitamentamente com a imagem, do grande meste do desapego.
Bençãos pra sua vida
Abraços fraternos

Lívia Luz disse...

Maravilhosa história.
Que linda noção de mestria e poder.
Bjs

Elisabete Tavares Affonso CRT 44107 disse...

estou encantada com teu blog, parabéns, é lindo... é um prazer virar seguidora...beijinhos